A Escola de Música Nossa Senhora do Cabo tem com o Ministério da Educação um Contrato de Patrocínio
Aviso de acordo com o Despacho nº 23057/09 de 20 de Outubro
Financiamento ao abrigo do Despacho 17932/08 de 03 de Junho e Despacho º 15897/09, de 13 de Julho

Rua dos Lusiadas, Nº4A  2795-127   | Linda-a-Velha | email:geral@emnsc.pt   | T: 214146 610 |F:  214 146 619

© 2015 by  Social Media Marketing Lisboa

Todos os direitos reservados

PEDRO FIGUEIREDO

Maestro e compositor, Pedro Pinto Figueiredo nasceu em Lisboa.

Estudou com o professor e compositor Christopher Bochmann, com o compositor Emmanuel Nunes, com quem trabalhou em Paris, tendo sido bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian.

 

Em 1997 iniciou os estudos de Direção de Orquestra no Conservatório de Dijon na classe do Maestro Jean Sebastian Béreau, tendo conquistado, em 2002, a medalha de ouro do concurso de finalistas do respetivo conservatório.

 

Trabalhou também com o Maestro Peter Rundel na área da direção de música contemporânea, e colaborou com o mesmo na gravação de «Duktus» e «Epures de la serpen vert» e na ópera «Das Marchen», de Emmanuel Nunes. Em 2009 estreou na Casa da Música como maestro assistente a obra «La Douce» de Emmanuel Nunes.

 

Foi Maestro da Orquestra do Conservatório da Metropolitana, tendo dirigido também a Orquestra Sinfónica Juvenil e a Orquestra Jovens Músicos, e é responsável pela direção do Estágio Internacional de Orquestra de Leiria na sua 11ª edição.

 

É docente na Academia Superior de Orquestra da Metropolitana, onde leciona Análise e Orquestração, e é Diretor Pedagógico da Escola de Música Nossa Senhora do Cabo de Linda-a-Velha, onde dirige um Ateliê de Música Contemporânea.

 

Em 2002 iniciou o projeto Orquestra A2M – Arquivo da Memória Musical e, em 2003, o grupo de música contemporânea Lisbon Ensemble 20/21 mantendo-se como Diretor Artístico dos mesmos.

 

Em 2003 estreia-se em Portugal com a orquestra Filarmonia das Beiras, tendo desde então dirigido vários agrupamentos e orquestras de onde se salientam a Nova Orquestra de Lisboa, a Orquestra Utópica, a Orquestra Gulbenkian e o Remix Ensemble.